segunda-feira, 7 de março de 2011

Literatura infantil

 Literatura infantil -  A literatura infantil é composta por ilustração e texto. O formato dos livros varia muito, ao contrário da literatura para adultos. Elemento muito importante: é a diagramação (forma, cor, textura, dimensão do texto), um livro bem diagramado na literatura infantil é muito importante porque as ilustrações do livro chamam a atenção das crianças e têm um grande valor estético. Na literatura para crianças o grande desafio para o autor infantil é produzir um texto que seja tão imaginário que, com a ajuda das ilustrações o texto tem que ser interessante, abordando o universo infantil.
 Na literatura infantil há necessidade da convivência de duas vertentes  : a ilustração e o literário. Conforme a criança cresce ou amadurece haverá menos necessidade da ilustração no livro, mas um completa o outro. A natureza da literatura infantil é um caminho que leva a criança a desenvolver a imaginação, emoções e sentimentos de forma significativa.

 Principais características da literatura infantil: 

  • Livros muito ilustrados
  • Discurso direto
  • Narrativa com muita ação
  • Final feliz
  • Linguagem simples
  • Clareza 
  • Livros com poucas páginas
  • Personagens principais: crianças, animais, heróis
  • A importância do maravilhoso
 Principais autores da literatura infantil no Brasil:

 Monteiro Lobato  - Participou ativamente da vida cultural brasileira, e, ao morrer, deixou uma extensa obra, composta de contos, ensaios, romances e uma série de livros infantis que o tornaram muito popular. Seus livros tinham como objetivo ensinar a criança a ter raciocínio próprio e visão crítica do mundo. Em seus livros, Monteiro Lobato contou fatos mitológicos, políticos, sociais, históricos e científicos. Ensinou matemática, português, geografia e astronomia, de um modo claro e objetivo.
 As contestações de Monteiro Lobato estão escondidas na literatura infantil; Emília, uma boneca de pano - diz sempre a verdade porque nunca viveu em sociedade e não sabe mentir. Visconde de Sabugosa - um grande sábio, "vive" dentro de uma biblioteca, desligado da vida, mas sabe da existência do petróleo no Brasil. Pedrinho e Narizinho, têm uma infância normal e livre.
 Declaração de Monteiro Lobato: "De escrever para marmanjos, já enjoei. Bichos sem graça. Mas, para crianças, um livro é todo um mundo. Ainda acabo fazendo livros onde nossas crianças possam morar, como morei no 'Robinson' e nos 'filhos do Capitão Grant".
 Principais obras infantis: A menina do narizinho arrebitado; O Saci; O noivado de Narizinho; Reinações de Narizinho; Viagem ao céu; Caçadas de Pedrinho; Emília no país da gramática; Geografia de dona Benta; Histórias de tia Nastácia; O picapau amarelo.
Monteiro Lobato




 Orígenes Lessa - Orígenes Lessa foi contista, jornalista, romancista, ensaísta e imortal da Academia Brasileira de Letras. Orígenes Lessa, escreveu vários gêneros literários, e obteve consagração como escritor de literatura infantil e infanto-juvenil,tendo-se iniciado nesta vertente quando solicitado para palestrar sobre "O feijão e o sonho" em uma escola , Orígenes espantou-se pois este romance é uma leitura para adultos e as crianças gostavam muito de ler. Em menos de 15 dias Orígenes Lessa escreveu "Memórias de um cabo de vassoura", editado em 1971, e devido ao grande sucesso com o público infantil, não parou mais de escrever para crianças.
 Na literatura infantil e infanto-juvenil, Orígenes Lessa manteve sua característica principal: relação entre autor, obra e leitor. Ele dizia que "escrever para crianças é muito gostoso se a gente acerta o gosto delas, mas é uma barra muito pesada, pois seremos os culpados ou não pela receptividade da leitura pelos adolescentes."
 Principais obras para crianças e adolescentes: O sonho de Prequeté, Memórias de um cabo de vassoura; Sequestro em Parada de Lucas; Memórias de um fusca; Napoleão ataca outra vez; A escada de nuvens; Confissões de um vira-lata; A floresta azul; O mundo é assim, Taubaté; É conversando que as coisas se entendem.
Orígenes Lessa




 Comparações das obras de Monteiro Lobato e Orígenes Lessa:

  • Comicidade e humor (elementos que prendem a atenção das crianças)
  • Certo olhar crítico diante da vida
  • Suas obras infantis e infanto - juvenis também são muito apreciadas por adultos
  • Alto nível de comunicação com o público infantil
  • Tanto Lobato quanto Lessa, eram exímios contadores de histórias

 Maurício de Sousa - É um dos mais famosos cartunistas do Brasil, Maurício de Sousa começou a desenhar histórias em quadrinhos em 1959, quando uma história do Bidu, sua primeira personagem foi aprovada pelo jornal. As tiras em quadrinhos com um cãozinho Bidu e seu dono, Franginha, deram origem aos primeiros personagens conhecidos da era Turma da Mônica. O quadrinhos de Maurício de Sousa têm fama internacinal, e foram adaptados para o cinema, televisão e vídeo-games; além de terem sido licenciados para o comércio em uma série de produtos com a marca das personagens. Qualquer criança que tenha acesso às revistinhas criadas por Maurício de Sousa, encantam-se com suas histórias que misturam ficção com realidade.
 Principais obras: Turma da Mônica; Turma do Chico Bento; Turma do Bidu; Turma da Tina; Turma do Penadinho; Horácio; Cebolinha; Cascão; Magali; Turma do Pelezinho.
Maurício de Sousa

 Ziraldo - É um cartunista, chargista, pintor, traumaturgo, escritor, cronista, desenhista e jornalista. A obra de Ziraldo mescla palavras e imagens de forma harmônica e convida o leitor à reflexão sobre a realidade. Por vezes, o olhar é conduzido para simples partes do corpo como o umbigo Rolim e o joelho Juvenal que se tornaram personagens principais de estórias. A proposta principal é uma parte do corpo, por menor que seja, pode sozinha não parecer tão importante, mas no conjunto do funcionamento ela se torna fundamental. Manifesta-se nessa perspectiva o posicionamento político e demográfico que marca a obra deste grande escritor.
 Principais obras infantis: A bola quiquica; A bonequinha de pano; A casinha pequenina; A fábula das três cores; A turma do Pererê; Flicts; O Menino Maluquinho; O joelho Juvenal; O mundo é uma bola; Rolim.
Ziraldo

 Maria Clara Machado - Escritora e dramaturga, autora de famosas peças infantis. Fundadora do Tablado, escola de teatro no Rio de Janeiro. Seu maior sucesso do Tablado e o texto mais bem montado foi Pluft, o Fantasminha. Esta peça conta com humor e poesia, é a obra mais completa de Maria Clara Machado.
 Outras obras de destaque: O rapto das cebolinhas; A Bruxinha que Era Boa; O Aprendiz de Feiticeiro; A Menina e o Vento; O Cavalinha Azul; Os Cigarras e os Formigas; O Embarque de Noé; Maria Minhoca; O Chapeuzinho Vermelho.
Maria Clara Machado



 Ana Maria Machado - Jornalista, professora, pintora e escritora, membro da Academia Brasileira de Letras, dos prêmios que já recebeu, o que merece maior destaque foi o Hans Christian Andersen, o mais importante prêmio de literatura infantil. Também foi uma das fundadoras da 1° livraria infantil no Brasil (Malasartes), mas vendeu sua parte, pois ela não conseguiu conciliar a carreira de escritora com a de comerciante. Como ela mesma declarou "Um escritor é um artista, tem que ser livre. Um livreiro é um comerciante, tem que dar sempre razão ao freguês".
 Obras de destaque no segmento infantil: Amigo é comigo; Bento que Bento é o frade; Raul da ferrugem azul; O canto da praça; O que É?; Abrindo caminho; Era uma vez três; O gato do mato e o cachorro do morro; O mistério da ilha; O domador de monstros.
Ana Maria Machado


 Cecília Meireles - Poetisa, pintora, professora e jornalista. Um dos maiores nomes da Literatura Brasileira e da 2° geração modernista. Formou-se professora primária, exercia o magistério ao mesmo tempo que colaborava com vários jornais e revistas cariocas. Sua formação como professora e o interesse pela educação levou-a a fundar a primeira biblioteca infantil que ficava localizada na enseada de Botafogo, Rio de Janeiro, lá Cecília Meireles desenvolveu sua criatividade e seu empenho em favor da literatura infantil. Quando existia uma dificuldade pedagógoca ou disciplinar, era comunicado a Cecília, que sempre resolvia e ordenava. Embora seja mais reconhecida como poetisa, também nos deixou contos, crônicas, literatura infantil e folclore, chegou a ser reconhecida internacionalmente como grande conhecedora do assunto.
 Obras principais infantis: O cavalinho branco; Colar de Carolina; Sonhos de menina; O menino azul. Poemas marcados pela musicalidade, pela influência simbolista de Cecília.
Cecília Meireles


 Clarice Lispector - Romancista, contista, cronista e jornalista. Um dos maiores nomes da 3° geração modernista e da Literatura do Brasil. A literatura infantil de Clarice Lispector é abordada com grande sensibilidade, envolvida num clima de aconchego e conforto, fazendo com que a cada página lida, as crianças se sentissem como que entrando na casa da própria autora. Clarice conseguiu criar um clima de "intimidade" próprio para ganhar confiança, ela "dialoga" com o leitor mirim. "Antes de começar, quero que vocês saibam que  meu nome é Clarice. E vocês, como se chamam? Digam baixinho o nome de vocês e meu coração vai ouvir". Esse recurso estilístico se repete muitas vezes, os supostos diálogos da narradora com o leitor predominam em relação às ações da própria narrativa. Clarice Lispector estava ciente de como penetrar no universo infantil de modo seguro; e consegue fazer com que o leitor mirim não se "sinta sozinho" ao ler a história.
 Principais obras infantis: Mistério do Coelho Pensante; A Vida Íntima de Laura; A Mulher que Matou os Peixes; Quase de Verdade.
Clarice Lispector


video









4 comentários:

  1. Boa tarde. Sou pesquisadora de LIJ e estou escrevendo uma tese sobre as adaptações do Quixote no Brasil. Você poderia informar de onde retirou a citação: "escrever para crianças é muito gostoso se a gente acerta o gosto delas, mas é uma barra muito pesada, pois seremos os culpados ou não pela receptividade da leitura pelos adolescentes."? Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite! Livro: Viver & Escrever, neste livro tem o depoimento de vários escritores brasileiros. Autora: Edla Van Steen. Editora: L&PM POCKET.

      Excluir